sábado, 17 de maio de 2008

Um Tal de Jim Clark

video

Sorte do Schumacher não correr naquela época.

Jim Clark colocava 1 segundo por volta no segundo nas

primeiras voltas e depois só administrava.

O grande sonho seria ver Senna e Clark correndo juntos!

3 comentários:

mirionlangaro@gmail.com disse...

Clark foi único. Sempre correu pela Lotus e morreu em um de fórmula 2.Fazia tempos melhores que os demais,e gastava menos pneus e combustível, demonstrando a extrema suavidade com que dirigia.E entre os "demais" estavam Phil Hill, Graham Hill, Surtees, Gurney, Irelland, Von Trips,entre tantos pilotos de qualidade semelhante. Clark também venceu as 500 Milhas de Indianápolis, com Lotus especialmente construída para aquela prova, com bitola descentrada e foi a primeira vitória de um carro com motor trazeiro em Indianápolis.

Anônimo disse...

Concordo inteiramente.
E acrescento, tempo em que os pilotos corriam sem os cockpits seguros como os de hoje e suas únicas seguranças eram o cinto, capacete e roupa de nomex; cambio na alavanca, embreagem no pé!
Isso era campeonato muncial de PILOTOS!

Edilson disse...

EDILSON
A morte de Jimme Clarck foi um "divisor de águas" na formula 1, pois a morte de pilotos naquela époda é vista com ossos do ofício, mas quando morreu o maoir de todos a coisa começou mudar, eu tive o prazer de ser fan de Clarck antes de Fitipalde tinha apenas 10 anos em 1968, mas já lia tudo sobre ele.
Chapmam nunca esqueceu a morte de quem tocava seus bolidos como um mestre. Deu um show em Indianápolis em 65 quanhando as 500 com uma volta e meia de vantagens e 90% na liderança.